Área Restrita

Multimídia

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Notícias

AJD oficia ao CNJ em favor da audiência de custódia e pela questão de gênero

15/05/2017 - 10h29

Em razão de estudo divulgado pela organização Conectas Direitos Humanos, a apontar falhas na apuração de denúncias de torturas contra presos, e diante das notícias de projetos que objetivam a regressão da audiência de custódia, inclusive por sua absurda realização por videoconferência, a AJD oficiará à presidenta e ao corregedor do CNJ, defendendo a manutenção e a ampliação do ato.

No mesmo documento, a AJD defende que o CNJ conceda preocupação especial à questão de gênero, levando em conta a situação peculiar de mulheres presas, muitas delas grávidas ou em período de amamentação.

O documento pode ser acessado no  site da AJD.

Voltar