ATENDIMENTO SÓCIO-EDUCATIVO, com Adriana Martoreli

Em meio a propostas vazias de abrigamento e internamento compulsório de crianças e adolescentes em razão de problemas de conflito com a lei e uso de drogas, a ouvidora da Fundação CASA defende a lógica da inclusão social e a linguagem dos direitos. Confira aqui a entrevista de Adriana Martoreli ao programa Justiça e Democracia de 09 de setembro de 2011.